Baianos aparecem entre os deputados que mais guardam dinheiro vivo em casa

0

Dois deputados federais da Bahia estão entre os parlamentares brasileiros que mais têm dinheiro em espécie guardado em casa. Fernando Torres (PSD-BA), ex-secretário de Desenvolvimento Urbano da Bahia, acumula R$ 3, 2 milhões e João Bacelar (PR-BA) armazena R$ 1,2 milhão.

Os números foram detalhados em um levantamento da revista IstoÉ, a partir da declaração dos congressistas – com mais de R$ 300 mil em dinheiro vivo – à Justiça Eleitoral em 2014.

Além dos baianos, há destaque para o deputado Leonardo Quintão (PMDB-MG) com R$ 2,6 milhões e o deputado Misael Varella (DEM-MG) com R$ 1.374.191,69.

O deputado com o lar mais afortunado é Marinaldo Rosendo (PSB-PE), que declarou ter R$ 3,82 milhões.

Entre os senadores, apenas dois confessaram ter tal montante em 2014: foram eles Acir Gurgacz (PDT-RO), que mantinha R$ 500 mil, e José Maranhão (PMDB-PB) com R$ 398 mil.

A apuração é parte de um procedimento da Receita Federal que torna obrigatória a comunicação de operações que envolvam dinheiro em espécie em valor igual ou superior a R$ 30 mil.

Cleriston Silva

Share.

About Author

Comments are closed.