Radialista pombalense é submetido a transplante de fígado

0

José Joilson  Costa Borges,60 anos,o decano da radiofonia pombalense foi submetido a um transplante de fígado, esta semana. O procedimento cirúrgico foi realizado com sucesso, de acordo com a equipe médica do Hospital Universitário Walter Cantídio (HUWC), da Universidade Federal do Ceará, que vem se destacando como o maior serviço de transplantes de fígado do País, ultrapassando o Hospital Israelita Albert Einstein, em São Paulo.

Os dados são do Registro Brasileiro de Transplantes (RBT) 2014, documento oficial da Associação Brasileira de Transplantes de Órgãos (ABTO). Em agosto do ano passado, o serviço de transplantes do HUWC alcançou a marca total de 1.000 transplantes de fígado realizados em sua história.

A seguir a narrativa emocionante do radialista Joilson Costa:

“Descobrir que precisava fazer urgente transplante fígado no mês que completei  60 anos (agosto 2017), senão morreria em breve. Um médico chegou a me dizer, ”mais um ano ou pouco mais de vida”. As decisões tiveram que ser rápidas: São Paulo ou Fortaleza? A família decidiu Fortaleza. Exames em Ribeira do Pombal, Aracaju e Fortaleza (particulares e pelo SUS). Tinha pressa. Estive em Fortaleza em setembro e parte de outubro, retornei em novembro, voltei a minha terra, passei o final de ano em Ribeira do Pombal.

Final de janeiro 2018 recebo a ligação de  que já estava nos primeiros da lista e tinha que está em Fortaleza, pois a qualquer momento o meu novo fígado apareceria. Na quinta-feira, 1 de fevereiro, sou convocado para o Hospital São Carlos, que tinha o órgão que estava a minha disposição. Veio do Paiuí de avião, e  era de uma senhora de 32 anos.  Foto acima dos médicos que operaram, no momento que me deram alta do hospital na sexta-feira, 9 de fevereiro 2018.

A cirurgia durou sete horas, passei dois dias na UTI, depois mais seis na enfermaria. Tudo ocorreu na normalidade de uma cirurgia de grande porte. Graças a Deus e agora estou com minha esposa Edinalva no apartamento que vamos morar por mais ou menos quatro meses em Fortaleza. Repouso e obediência, são as regras de agora em diante.

Posso me considerar um privilegiado. Toda a sistemática de transplante do país é controlado pelo SUS em Brasília. Obrigado minha família, amigos, colegas de trabalhos e ouvintes do Rádio Revista  e Pinga-Fogo, Rádio Pombal FM, pelas orações e os pensamentos positivos. Breve, se Deus quiser, voltando para a minha querida terra de SANTA TEREZA”.

Por Joilson Costa.

Share.

About Author

Comments are closed.